Cinco situações de maior risco de contaminação, práticas para reduzir estes riscos e aproveitar eventos festivos

A subcomissão do governo contra o novo coronavírus (Shingata Coronavirus Taisaku Bunkakai) apresenta as Cinco Situações que aumentam o risco de contaminação e como reduzir esse risco ao se reunir em eventos festivos.

Para prevenir a disseminação do coronavírus, é necessário evitar contaminação em massa. Segundo pesquisas de casos passados, foram reconhecidas cinco situações, nas quais o risco de contaminação é maior. Aliás, muitas contaminações em massa ocorreram, principalmente, em reuniões de eventos festivos que envolvessem bebidas alcoólicas. Portanto, aqui se apresenta algumas práticas de como aproveitar estes eventos, reduzindo o risco de contaminação.

As Cinco Situações em que o risco de contaminação aumenta

1 Confraternizações com bebidas alcoólicas ( festa e/ou afins)

Ao ingerir bebidas alcoólicas a pessoa fica relaxada, sua atenção é reduzida e passa a falar mais alto. Especialmente, se ficar por muito tempo em um lugar pequeno e fechado com paredes divisórias, o risco de contaminação aumenta. Além disso, dividir o copo e/ou o hashi também aumenta o risco de ser infectado.

2  Eventos festivos com muitas pessoas e/ou por um longo período

Permanecer por muito tempo em um restaurante, um bar ou uma balada, que servem bebidas alcoólicas, ou passar por vários estabelecimentos, ingerindo bebidas alcoólicas durante a madrugada, aumenta o risco de contaminação. Termine sua refeição rapidamente.

Além disso, em eventos com mais de cinco pessoas reunidas, tende-se a falar mais alto. Isso faz com que gotículas de saliva sejam espalhadas no ar facilmente, o que contribui com o aumento do risco de contaminação.

3 Conversar sem a máscara

Conversar sem a máscara em uma distância próxima aumenta o risco de contaminação.

De fato, há casos como o de pessoas que foram infectadas em uma casa de karaokê, por estarem sem máscaras.

É preciso ter cuidado também, dentro de carros ou ônibus.

4 Morar junto em um espaço pequeno

Morar junto em um espaço pequeno também aumenta o risco de contaminação, pois as pessoas ficam umas com as outras, em um lugar fechado por muito tempo.

De fato, ocorreram casos de contaminação em dormitórios e/ou em banheiros coletivos. 

5 Mudança de sala

Quando se transita entre salas nos intervalos, seja para descanso e afins, o risco de contaminação pode aumentar. De fato, há informação sobre casos de pessoas que foram contaminadas em salas de descanso, como nos espaços para fumar ou em vestuários.

Como aproveitar os eventos festivos, reduzindo o risco de contaminação

  • Ao consumir bebidas alcoólicas (1) opte por o fazer em um grupo pequeno e por um curto período de tempo, (2) e se possível, só com pessoas com as quais sempre fica junto. (3) Beba uma quantidade regulada, sem passar de seu limite, evitando também passar por vários estabelecimentos.
  • Não divida seu copo ou “hashi”. Use cada um o seu.
  • Opte por sentar diagonalmente oposto aos outros. Se possível, evite se sentar ao lado ou de frente à pessoa.
  • Quando conversar com alguém, use máscara. É dito que os protetores faciais e os protetores bucais, não são suficientes para prevenir a contaminação.
  • Opte por estabelecimentos que tomem as devidas medidas de prevenção, como por exemplo, lugares com uma boa ventilação.
  • Quando se sentir mal, não participe.

Para estrangeiros

Até o momento, foram relatados diversos casos de contaminação em massa, nos quais estrangeiros foram envolvidos, como em grandes festas de eventos atrelados aos costumes de seu país de origem, ou em restaurantes e pubs que servem bebidas alcoólicas, como também nos ambientes de trabalho, ou em dormitórios. Fique atento, especialmente nestes espaços, e pratique as medidas de prevenção.

É preciso tomar cuidado com alguns hábitos cotidianos que envolvam contatos físicos.

Leia o artigo “Medidas preventivas diárias contra o contágio do novo coronavírus”, para mais informações sobre os pontos que necessitam de cautela no cotidiano.

Além disso, quando se sentir mal, entre em contato com uma unidade médica.

No artigo “Quando se sentir mal: Contate Call Center, na capital e em três províncias” é apresentado as linhas de atendimentos instaladas em cada município da região da capital.

Os folhetos em vários idiomas estão disponíveis no site da Secretaria do Gabinete Ministerial.  Além do conteúdo apresentado neste artigo, informações úteis para as medidas de prevenção são exibidas.

タイトルとURLをコピーしました